Perto do fim do semestre, veja as mudanças nos times titulares de Botafogo-PB, Treze e Sousa

30 de junho de 2024 Off Por

Metade de 2024 já passou. E em seis meses, Botafogo-PB, Treze e Sousa já viveram grandes emoções no futebol, além de reformulações em suas equipes. Pensando nisso, o Jornal da Paraíba trouxe um comparativo entre os times titulares de Belo, Galo e Dinossauro na primeira partida da temporada para a atual composição dos clubes que representam a Paraíba no Campeonato Brasileiro.

Botafogo-PB, Treze e Sousa são os representantes paraibanos no Campeonato Brasileiro 2024. (Arte: Cisco Nobre/Jornal da Paraíba)

Botafogo-PB

O Botafogo-PB não viveu uma boa jornada no primeiro semestre do ano, ficando com o vice-campeonato do Paraibano e caindo nas quartas de final da Copa do Nordeste. As mudanças no time titular do Belo acompanharam os momentos vividos pela equipe, sendo apenas três remanescentes desde a primeira partida da temporada.

+ Conheça o elenco do Botafogo-PB para 2024

Time titular do Botafogo-PB sofreu sete alterações nos seus 11 iniciais, quando comparado à primeira partida da temporada. (Foto: Cristiano Santos/Botafogo-PB)

O primeiro jogo do Alvinegro da Estrela Vermelha em 2024 foi contra a Jacuipense, válido pela Pré-Copa do Nordeste. Na ocasião, o Botafogo-PB conquistou a classificação nos pênaltis após um empate em 0 a 0 no tempo regulamentar.

Na estreia da temporada, o Belo foi à campo com: Dalton; Lenon, Douglas, Wendel Lomar e Bruno Cardoso; Julio Rusch, Rodrigo, Gerson Magrão e Jean Silva; Dudu e Bruno Mota. No confronto, o clube era comandado por Cristian de Souza.

Apenas três titulares do Botafogo-PB, contra a Jacuipense, permanecem entre os 11 iniciais da equipe. (Foto: Cristiano Santos/Botafogo-PB)

O último jogo do Alvinegro da Estrela Vermelha foi contra o Londrina, pela Série C do Campeonato Brasileiro. O empate em 1 a 1 marcou mais uma partida de invencibilidade do Botafogo-PB na competição, hoje comandado por Evaristo Piza.

+ Confira a tabela da Série C

No confronto, os titulares do Belo foram: Dalton; Lenon, Reniê, Wendel Lomar e Evandro; Gama, Thallyson, Edmundo e Warley Jr.; Jô e Joãozinho. Vale lembrar que Pipico não pôde disputar a partida, pois estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo, mas é o dono da posição.

Edmundo foi um dos novos jogadores do Botafogo-PB, que chegaram ao decorrer da temporada. (Foto: Reginaldo Júnior/Londrina)

Até aqui, durante a temporada, o Alvinegro da Estrela Vermelha também foi comandado por Moacir Júnior, que esteve na área técnica na reta final do Paraibano e da Copa do Nordeste.

Treze

Pelo lado do Treze, a equipe também não viveu um grande início de 2024, sendo eliminado na semifinal do Paraibano, na primeira fase da Copa do Brasil e ficando pela fase de grupos do regional. Com as campanhas, o Galo da Borborema também se viu realizando diversas mudanças em sua equipe titular, sendo o clube com mais alterações: foram 10, restando apenas o goleiro Igor Rayan como remanescente.

+ Conheça o elenco do Treze para 2024

O Treze foi a equipe que mais sofreu modificações no seu time titular. (Foto: Daniel Vieira/Treze)

A estreia do Alvinegro na temporada foi no Campeonato Paraibano, a derrota para o Serra Branca, por 2 a 0. Naquela época, William De Mattia era otécnico do clube.

Contra o Carcará do Cariri, o Treze entrou em campo com os seguintes jogadores: Igor Rayan; Bruno Ferreira, Luís Fernando, Pedrão e Higor; Roberto, Edmundo e Léo Cereja; Will Viana, Lucas Mineiro e Vitão.

O Treze foi a equipe que mais sofreu modificações em seu time titular desde a primeira partida de 2024. (Foto: Cassiano Cavalcanti/Serra Branca)

Após a campanha no Paraibano, o Galo da Borborema sofreu uma intensa reformulação. Essas mudanças foram sentidas de cara pelo torcedor alvinegro, tendo em vista que o clube é o líder invicto do Grupo 3 da Série D com 24 pontos.

+ Confira a tabela da Série D

No o último jogo do Treze, o empate com o Atlético-CE em 1 a 1, o time foi à campo disposto com os jogadores: Igor Rayan; Van, Milani, Leonan e Airton; Coppeti, Marquinhos e Thiago Alagoano; Thiaguinho, Wallace Pernambucano e Jefinho.

Treze teve a mudança de 10 jogadores entre os seus titulares, sendo Igor Rayan o único remanescente. (Foto: Wellington Faustino/FPF-PB)

Sousa

Diferentemente de Botafogo-PB e Treze, o Sousa fez ótimas campanhas no Paraibano e na Copa do Brasil. No estadual, o Dinossauro levantou o troféu após 15 anos. E na competição mais democrática do país, o clube fez uma trajetória histórica, chegando à 3ª fase, tendo eliminado Cruzeiro e Petrolina pelo caminho. Por isso, o time foi o que menos sofreu modificações entre os seus titulares, apenas três.

As principais alterações do Sousa foram entre os treinadores, acumulando, até aqui, duas trocas de técnicos: Renatinho Potiguar, Paulo Schardong e Leandro Sena.

Leandro Sena é o terceiro técnico do Sousa em 2024. (Foto: Luciano Soares)

A primeira partida do Dinossauro na temporada foi a derrota para o ABC, por 1 a 0, na Pré-Copa do Nordeste. Na ocasião, o clube foi eliminado da competição ainda na fase qualificatória.

No confronto, o time do então técnico Renatinho Potiguar foi à campo com os seguintes atletas: Bruno Fuso; Iranilson, Breno Cézar, Marcelo Duarte e Leozinho; Hebert Cristian, Alexandre Aruá e Wilson Potiguar; Michel Potiguar, Diego Ceará e Charles.

Desde a primeira partida de 2024, o Sousa foi o clube paraibano que menos sofreu alterações na escalação titular. (Foto: Rennê Carvalho/ABC)

Na Série D, o Sousa não tem conseguido repetir o mesmo ímpeto que teve no Paraibano e na Copa do Brasil. Na competição nacional, o Dinossauro está na 6ª posição, com 11 pontos conquistados. O time venceu três ocasiões, empatou duas e perdeu quatro.

A última partida do clube, até aqui, foi contra o América-RN, uma derrota por 1 a 0. Para o confronto, Leandro Sena definiu os 11 titulares da seguinte forma: Bruno Fuso; Iranilson, Breno Cézar, Marcelo Duarte e João Rafael; Hebert Cristian, Alexandre Aruá e Gionnotti; Charles Pereira, Diego Ceará e Leozinho.

Atlético-CE x Sousa pela Série D 2024 Dino perde e desperdiça chance de entrar no G-4. (Foto: Kauan Ferreira/Atlético-CE)

Leia mais notícias do esporte paraibano no Jornal da Paraíba