Paraibano é demitido da seleção feminina de basquete após postagens contra o aborto

24 de junho de 2024 Off Por

O paraibano Diego Falcão, que era preparador físico da seleção feminina de basquete foi dispensado após ter feito postagens em suas redes sociais em que se colocava como contra o aborto. O tema ficou em voga recentemente novamente por conta de um Projeto de Lei que está sendo discutido na Câmara dos Deputados em que defende que mulheres que façam aborto seja igualadas, criminalmente, a homicidas.

Diego Falcão. Reprodução

Diante das postagens públicas do membro da comissão técnica, jogadoras da seleção ficaram incomodadas, o que deixou o clima insustentável.Segundo apuração do ge, jogadoras pediram para que o profissional fosse dispensado da equipe, o que acabou acontecendo.

O desligamento foi comunicado nesse sábado, depois de reunião da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) que foi realizada na última sexta-feira. Depois de debates internos, a CBB resolveu acatar o pleito das atletas e dispensar o preparador físico, que é paraibano.

Diego Falcão estava na seleção feminina desde 2019, quando chegou com o atual treinador da equipe José Neto. Até aqui, o comandante da equipe segue no cargo. Segundo a CBB, a saída do profissional se deu por uma quebra de confiança entre o profissional e as jogadoras. Algumas atletas foram ouvidas antes da decisão da entidade.