Agência Minas Gerais | Secretarias de Comunicação, Governo e Casa Civil apresentam ações do Governo de Minas em comissão da ALMG

24 de junho de 2024 Off Por

As secretarias de Estado de Comunicação Social, Casa Civil (SCC), Governo (Segov) e a Empresa Mineira de Comunicação (EMC) prestaram contas à sociedade, nesta segunda-feira (24/6), durante sessão da Comissão de Administração Pública, realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).  A reunião faz parte do projeto Assembleia Fiscaliza.

O Governo de Minas foi representado na reunião pelos secretários de Estado de Comunicação Social, Bernardo Santos, de Casa Civil, Marcelo Aro, de Governo, Gustavo Valadares, e o presidente da EMC, Gustavo Mendicino de Oliveira.

Eles apresentaram as ações das respectivas pastas e responderam aos questionamentos dos deputados presentes na sessão. Entre os temas, abordaram o pagamento de dívidas do Governo de Minas, ações de comunicação do Estado, reajuste dos servidores, diálogo com parlamentares, execução de emendas, ações voltadas para doenças raras, missões internacionais e atração de investimentos.

Para o secretário de Estado de Comunicação Social, Bernardo Santos, este é um momento importante para mostrar o trabalho quem tem sido executado pela Secom-MG.

“Existe uma ideia falsa de que atuamos fazendo propaganda do governo, mas isso não é a realidade. Se a gente não comunicar o que o Estado está fazendo, as pessoas perdem o acesso a prestações de serviços que são muito importantes, como campanhas de vacinação, saúde, obras e melhorias, processos de regularização fundiária, entre outros”, afirmou Bernardo Santos.

O secretário apresentou ações de comunicação executadas pelo Estado para informar a população sobre serviços essenciais e melhorias. Ele destacou também ações como a do Carnaval, que impulsionaram o feriado no estado, gerando mais emprego e renda para os mineiros.

“Muitas vezes, são coisas que as pessoas não sabem que têm direito, porque não recebem esse tipo de informação. Então, esse é um esforço que fazemos, mostrar os feitos do Governo de Minas para a população, evitando que as notícias falsas prejudiquem os fatos”, acrescentou.

Diálogo 

O secretário Gustavo Valadares destacou a relevância da aproximação entre o Executivo e o Legislativo. Ele enfatizou que essa prestação de contas é crucial para a transparência e para estreitar a relação do Governo de Minas com a ALMG e com a população, reforçando a importância do trabalho conjunto para melhorar a vida dos cidadãos.

“Eu participei da votação quando a gente elaborou essa prestação de contas do Estado aqui na ALMG. É algo de extrema relevância, aproxima o Executivo do Legislativo, aproxima o Executivo da população, pois essa é a casa do povo”, ressaltou o secretário.

Gustavo Valadares apresentou as principais ações da Segov entre junho de 2023 e maio de 2024, salientando a resposta a mais de 2 mil requerimentos parlamentares e o pagamento de mais de R$ 1,153 bilhão em emendas impositivas, representando 98% do total.

Ele também mencionou a organização de encontros para discutir projetos de 2024, treinamentos para assessores parlamentares e qualificações para organizações da sociedade civil, além da participação no primeiro Fórum Mineiro de Captação de Recursos.

Promais

O secretário Marcelo Aro frisou que o Governo de Minas está trabalhando, sobretudo, para assegurar os direitos das pessoas com deficiência e com doenças raras. Em novembro do ano passado, o governo lançou o Programa Mineiro de Acessibilidade, Inclusão e Saúde (Promais), que engloba todas as ações do Estado referentes a esse público.

Como parte do Promais, foram investidos R$ 9,3 milhões para a instalação de parques multissensoriais nos 31 centros especializados em reabilitação de Minas Gerais. Os parques contam com uma série de funcionalidades e contribuem para o desenvolvimento de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e com deficiências sensoriais.