Banco de Alimentos da Prefeitura de Nova Iguaçu auxilia famílias e instituições no combate à fome

20 de junho de 2024 Off Por

Banco de Alimentos da Prefeitura de Nova Iguaçu auxilia famílias e instituições no combate à fome




“A Prefeitura de Nova Iguaçu tem sido importantíssima para nossas crianças, pois as doações semanais de alimentos fazem a diferença nas vidas de cada uma delas”. O depoimento emocionado é de Ricardo Cavalcante, fundador do Instituto Faixa Preta de Jesus, uma das instituições credenciadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) para receber doações do Banco de Alimentos Laranjais de Nova Iguaçu.

Os Bancos de Alimentos são iniciativas de abastecimento e segurança alimentar e nutricional que visam combater a fome e a insegurança alimentar por meio da arrecadação de doações de gêneros alimentícios. Em Nova Iguaçu, o Banco de Alimentos, implementado em 2011 e fechado em 2015, foi reativado em 2018 pela atual gestão e passou a fazer parte da Rede Brasileira de Bancos de Alimentos, sendo o primeiro equipamento do Estado do Rio de Janeiro a fazer a adesão. Desde então já foram distribuídas 540 toneladas de alimentos.

Em dezembro de 2022, Nova Iguaçu aderiu ao Programa de Aquisição de Alimentos, programa de segurança alimentar e nutricional que promove o acesso à alimentação e incentiva a agricultura familiar. É daí que vêm os produtos que chegam para cerca de 500 crianças do Instituto Faixa Preta de Jesus, localizado no bairro Moquetá.

“Atualmente, nosso Banco de Alimentos conta com 80 instituições cadastradas e aptas a receber doações semanais. Para garantir que o alimento chegue na melhor condição possível, não mantemos estoques. Ao adquiri-los, é realizada uma minuciosa inspeção e o envio imediato aos parceiros credenciados”, explica Aline Martins, Superintendente de Segurança Alimentar e Nutricional e responsável técnica do Banco de Alimentos de Nova Iguaçu.

O Instituto Faixa Preta atende a meninos e meninas de 8 a 18 anos e oferece aulas de jiu-jitsu, boxe, muay thai, MMA, judô, luta olímpica, skate e surfe. Por mês, o projeto de Ricardo Cavalcante serve três mil refeições entre café da manhã, almoço e lanche da tarde. Parte dos alimentos consumidos pelas crianças e jovens vem do banco municipal.

“O esporte é importante, mas a boa alimentação é fundamental. Não adianta treinar como o Anderson Silva, mas ir embora para casa com fome. As doações de frutas, legumes e verduras são essenciais para a saúde das nossas crianças”, celebra Ricardo, que busca as doações semanalmente no Banco de Alimentos. “Muitos alunos do projeto estão aqui porque não têm o que comer em casa”.

Além das doações feitas para as instituições, o Banco de Alimentos Laranjais de Nova Iguaçu também envia produtos da agricultura familiar, adquiridos por meio do PAA, diretamente às famílias acompanhadas pelo PIPAS (Primeira Infância Protegida na Assistência Social) e Mamãe Presente. Por meio do projeto Cesta Verde, 500 cestas são distribuídas, semanalmente, às famílias com crianças de 0 a 3 anos, ou até 6 anos se houver pessoa com deficiência ou gestantes.