Prefeitura lança Plano de Mobilidade Urbana Sustentável para melhorar trânsito de Nova Iguaçu

14 de junho de 2024 Off Por

Prefeitura lança Plano de Mobilidade Urbana Sustentável para melhorar trânsito de Nova Iguaçu




Com o objetivo de organizar e estabelecer diretrizes para o sistema de mobilidade urbana na cidade, a Prefeitura de Nova Iguaçu está lançando o “Plano de Mobilidade Urbana Sustentável”. Nesta primeira fase, a Infra Engenharia, empresa vencedora da licitação para o projeto, vai mapear as necessidades para categorias de transporte que existem no município, considerando o meio por onde esse deslocamento acontece. Esse plano de mobilidade prevê como serão os próximos dez anos.

 

Como a participação da população na elaboração deste plano de mobilidade é fundamental, a Prefeitura vai disponibilizar, em sua rede social e em cartazes nos transportes públicos, um questionário para que os moradores falem sobre suas necessidades e desejos com relação à mobilidade. Isso vai ajudar a traçar um diagnóstico do município. O plano deve ser concluído até o fim do ano. Para participar, responda o formulário neste link: https://forms.gle/8AScShnfFJpHY87DA

 

“A prioridade do plano é priorizar o transporte público de massa, como trens e os ônibus, desestimulando o transporte individual, pois o maior vilão das grandes cidades é o automóvel. O plano de mobilidade é justamente para poder ver o que a cidade precisa para ter maior fluidez em seu trânsito”, afirmou o diretor de Mobilidade Urbana da Secretaria Municipal de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana da cidade, Jorge Rocha.

 

Estima-se que, somente na Via Light, no Centro de Nova Iguaçu, passam mais de 20 mil veículos por dia. A pesquisa do plano também é importante para identificar quais pontos necessitam de mais ou menos linhas municipais de ônibus para melhorar o trânsito, saber o fluxo viário, além de analisar todas as vias principais do município e melhorar a acessibilidade, sinalização horizontal e vertical, calçadas, entre outros. Atualmente, Nova Iguaçu conta com 83 linhas municipais e cerca de 350 coletivos.

 

“É um raio-x da cidade para modernizar sua sinalização e semáforo, construir mais ciclovias, instalar placas, criar corredores específicos para ônibus, pontos de paradas”, destacou Rocha.

 

De acordo com os engenheiros Júlio Fagundes Neves e Mariana de Barros Fagundes, da empresa Infra Engenharia, o plano se divide em três fases: diagnósticos, prognósticos e diretrizes para ações futuras e de melhorias para a cidade. Uma das ideias do plano é conscientizar os motoristas e pedestres, por campanhas educativas, a importância da mobilidade e de sua segurança.

 

“É uma iniciativa para a implementação de estudos para uma alternativa de melhorias no transporte público. Visa também melhorar a vida do pedestre, transporte individual e de coletivos. Vamos apresentar esse documento por um período de dez anos para que a cidade otimize o trânsito e possa ter novos modais de transporte. Queremos entender quais são as dificuldades e empecilhos dos moradores”, comentou Júlio.

 

A Lei Federal nº 12.587/2012 instituiu a Política Nacional de Mobilidade Urbana. Assim, a legislação determinou que todos os municípios do Brasil com mais de 20 mil habitantes elaborassem planos de mobilidade para que pudessem acessar recursos federais para investimentos no setor.