Juninas do grupo B levam beleza e profissionalismo ao tablado

13 de junho de 2024 Off Por

O público lotou, na noite desta quarta-feira (12), as arquibancadas da arena montada na praia do Cabo Branco para o XXVIII Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa, realizado pela Prefeitura, através de sua Fundação Cultural (Funjope) e Liga das Quadrilhas Juninas. O espaço recebeu as primeiras seis juninas do grupo B, que desfilaram beleza e profissionalismo em suas apresentações. A programação segue nesta quinta-feira (13), com mais cinco juninas e shows do cantor Tiago Arraes e da dupla Amanda e Ruana.

“O Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa está realmente consolidado e vem crescendo a cada ano. Foi realmente uma decisão muito feliz do prefeito Cícero Lucena em nos apoiar, ajudar e estimular a trazer o evento para o Busto de Tamandaré”, afirmou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele ressaltou que, a partir desse estímulo, a Funjope conseguiu montar uma estrutura acolhedora para os quadrilheiros e para o público, tornando possível integrar toda a cidade num projeto de valorização das quadrilhas juninas. Marcus Alves observou ainda que, além do público tradicional que acompanha as juninas, também se torna possível agregar, integrar e unir um novo grupo de pessoas que, às vezes, nem conheciam a verdadeira dimensão de uma quadrilha junina.

“Aquele morador de João Pessoa que não conhecia a festa das quadrilhas juninas e também o turista que nos visita passam a se deslumbrar com a vitalidade e a criatividade das nossas quadrilhas juninas. Isso dá visibilidade ao movimento das juninas em João Pessoa. Além disso, conseguimos movimentar uma cena do comércio ambulante mais extensa e mais forte durante esse período”, acrescentou.

Público – O público marcou presença na noite desta quarta-feira na orla do Cabo Branco, sempre ressaltando que está aprovada a ideia de transferir o evento para o Busto de Tamandaré.

“A praia é um local que tem muita gente, inclusive que não sabiam do evento, como eu. Estando aqui, com certeza todo mundo vai querer aproveitar para ver”, declarou Larissa Gomes, estudante.

Para a estudante Ana Letícia Lopes Rodrigues da Silva, estar na praia e encontrar o Festival de Quadrilhas acontecendo foi uma grata surpresa. “Acho que é interessante também para os turistas que chegam em João Pessoa, não sabem que está acontecendo o evento, mas ao encontrar o Festival rolando vão participar”, observou.

A dona de casa Adriana Noronha aprovou o Festival e o novo local do evento. “Eu gostei desse Festival de Quadrilhas estar acontecendo aqui porque valoriza muito a nossa praia. A cidade de João Pessoa hoje é bastante conhecida e atrai muitos turistas. Então, além da beleza desse evento, esta também é uma iniciativa para trazer pessoas de fora que vão conhecer a cidade, nosso artesanato, nossas comidas, nossa cultura”, pontuou.

Comerciantes – A comerciante Edicleide da Silva Araújo está comemorando as boas vendas com a realização do Festival de Quadrilhas na orla. “Essa mudança foi boa demais. Eu gostei porque animou essa área e a gente consegue vender mais. Está atraindo muito mais clientes. Eu já trabalho por aqui e agora incrementou bastante as vendas”, comemorou ela que vende espetinhos e bebidas.

Para Cleones Borges de Morais, o evento está trazendo bons resultados no comércio de bebidas. “Eu achei formidável essa festa acontecendo aqui na praia. Está nota mil. Traz mais clientes e as pessoas também têm mais opções. Trabalhei lá no Almeidão e, sinceramente, prefiro aqui”, opinou.

Segurança – O Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa conta com segurança reforçada e a presença de policiais militares em todos os espaços.

Por noite, entre Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar, são mais de 200 agentes de segurança trabalhando exclusivamente no evento, além do patrulhamento normal.

Da Polícia Militar, atuam a cavalaria, motocicletas, ciclopatrulha do Batalhão de Turismo, viaturas e policiamento a pé.

Integração – O trabalho é uma ação integrada da Prefeitura de João Pessoa e Governo do Estado, envolvendo várias secretarias como a Comunicação (Secom), Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Saúde (SMS), Meio Ambiente (Semam), Segurança Pública Municipal (Semusb) com a Guarda Municipal, Mobilidade Urbana (Semob), Limpeza Urbana (Emlur), Polícia Militar, Samu, Corpo de Bombeiros.

Festival Municipal – O Festival Municipal de Quadrilhas Juninas acontece de 10 a 13 de junho, envolvendo, em média, cinco juninas a cada noite. Este ano, assim como aconteceu em 2023, João Pessoa recebe, além da etapa municipal, a estadual. No dia 14, acontecem os desfiles dos destaques juninos da Capital: casais de noivos, rainhas, casais juninos, rainha da diversidade.

As campeãs do Grupo A recebem uma premiação de R$ 10 mil para o primeiro lugar, R$ 8 mil para o segundo e R$ 6 mil para o terceiro. As que compõem o Grupo B terão as seguintes premiações: R$ 8 mil para a primeira colocada, R$ 6 mil para a segunda e R$ 4 mil para o terceiro lugar.

Festival Estadual – A etapa estadual começa dia 15 e segue até 18 de junho. Já no dia 19, tem os destaques – casais de noivos, rainhas, casais juninos, rainha da diversidade – do estado da Paraíba.

Para as quadrilhas do Festival Estadual de Quadrilhas Juninas, a premiação para o primeiro lugar é de R$ 12 mil; R$ 10 mil para o segundo; R$ 8 mil para o terceiro; R$ 6 mil para o quarto lugar; e R$ 4 mil para a quinta colocada. Do sexto ao trigésimo lugar, cada quadrilha vai receber R$ 2 mil.

Programação – Nesta quinta-feira (13), a arena recebe as juninas Só Risos, do bairro José Américo; Mangue Seco, de Paratibe; Pindura Saia, da Ilha do Bispo; Tradição Matuta, de Mangabeira, e Sacode Poeira do bairro Treze de Maio. Tem ainda show de Tiago Arraes e da dupla Amanda e Ruana.

Na quarta-feira (12), teve show da cantora Myra Maya e apresentação das juninas Tico Mia, do bairro de Mangabeira; Santo Antônio, do Jardim Veneza; Paraíba, do bairro da Torre; Aconchego, de Cruz das Armas; Pó de Serra, de Mangabeira; e Sucupira, do bairro Padre Zé.

Na noite da terça-feira (11), a programação contou com shows das bandas Forró Saudade e Rainhas da Farra. Se apresentaram as juninas Fogueirinha, do bairro de Cruz das Armas; Flor do Mandacaru, do bairro de Mandacaru; Sanfona Branca, de Mangabeira; Babado de Xita, do Cristo Redentor; e, fechando a noite, a junina Botijinha, de Cruz das Armas. E teve ainda show com Forró Saudade e Rainhas da Farra.

Já na segunda-feira (10), primeira noite do evento, o show foi da cantora Valquíria Santana. No tablado, se apresentaram as juninas Dona Maria, de Mangabeira; Zé Monteiro, do Cristo Redentor; Fulô do Cerrado, dos Funcionários III; Ubando, do bairro Valentina; e Lageiro Seco, do bairro do Roger.

A programação completa pode ser acessada no link https://www.joaopessoa.pb.gov.br/destaque/sao-joao-2024/.