SP avalia aprendizado de 2,5 milhões de estudantes no 2º bimestre a partir do dia 17

11 de junho de 2024 Off Por





Resultado será considerado para avaliação de recuperação inédita dos estudantes na rede estadual



Estudantes da rede estadual de ensino de SP
Prova Paulista será utilizada para avaliar necessidade de recuperação dos estudantes

A partir da próxima segunda-feira (17), a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) avalia o aprendizado de 2,5 milhões de estudantes no segundo bimestre letivo, por meio da Prova Paulista. A aplicação da avaliação segue até o dia 24.

Assim como as provas do primeiro bimestre, a avaliação será considerada pelos professores da rede para identificar alunos com dificuldades de aprendizagem que podem ser encaminhados para o novo formato de reforço escolar. Na semana passada, a Seduc-SP anunciou uma recuperação semestral para os alunos com desempenho abaixo da média. A recuperação será composta por duas semanas de reforço e, no final desse período, será aplicada uma prova. A primeira prova de recuperação acontece no dia 5 de agosto.

A Prova Paulista é direcionada a alunos desde o 5º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio. A repescagem pode ser feita pelas escolas nos dias 25 e 26 de junho.

O cronograma da Prova Paulista é dividido da seguinte forma:

  • Nos dias 17 e 18 de junho, fazem a avaliação estudantes do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio;
  • Nos dias 19 e 20 de junho, do 6º e 8º anos do Ensino Fundamental e da 2ª série do Ensino Médio;
  • Nos dias 21 e 24, do 7º ano do Ensino Fundamental e da 1ª série do Ensino Médio.

Os estudantes são avaliados nos componentes de formação geral básica. Para os estudantes do Ensino Fundamental, as provas são de língua portuguesa, geografia e história no primeiro dia e matemática e ciências no segundo dia. Alunos do 6º ao 9º ano têm ainda provas de língua inglesa.

No Ensino Médio, além das disciplinas da formação geral básica, haverá ainda questões de acordo com itinerário formativo cursado por cada estudante.

Assim como na primeira edição de 2024, além das questões de resposta única, os alunos terão acesso a questões com duas e até três alternativas corretas. O objetivo é ampliar as possibilidades de aferição do conhecimento adquirido no período.

As provas serão compostas da seguinte maneira: 30 questões de múltipla escolha em cada dia para o 5º ano, 40 questões em cada dia do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 45 questões diárias para todas as séries do Ensino Médio.

Recuperação inédita para estudantes com dificuldades

O novo modelo de recuperação da Educação prevê que, por até duas semanas, as aulas serão focadas em conteúdos que os estudantes tiveram mais dificuldade na Prova Paulista, que é a avaliação bimestral da Seduc-SP. A primeira prova de recuperação será no dia 5 de agosto e os estudantes da rede terão duas semanas letivas de estudos focados na revisão de conteúdos – a semana de 1 a 5 de julho, última antes das férias do meio do ano, e de 29 de julho a 2 de agosto.

Se a média dos bimestres for abaixo de 5 em quaisquer disciplinas, o aluno deverá obrigatoriamente fazer nova prova para tentar recuperar sua nota. A nova nota substituirá a menor entre os dois bimestres anteriores, contribuindo para reduzir as defasagens.