Funjope apoia ‘Festival Maracastelo’ através da Lei Paulo Gustavo

6 de junho de 2024 Off Por

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) está apoiando, através da Lei Paulo Gustavo (LPG), o projeto ‘Festival Maracastelo – 10 anos – Reunindo a Povaria’. O evento acontece no sábado (8), a partir das 15h, no bairro Castelo Branco, quando o grupo vai relembrar momentos históricos, com atrações inéditas, celebrando também a cultura popular nordestina.

“É importante para a Funjope esse estímulo e essa presença dos maracatus na cidade de João Pessoa. Desde o ano passado, estamos criando uma política de valorização dos maracatus. Fizemos diversas reuniões na Funjope com todos os maracatus da cidade. Eles têm uma história muito bonita aqui no município de João Pessoa, e nós estamos apoiando e estimulando em vários ambientes”, afirmou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele lembrou que, no Carnaval, por exemplo, a Fundação estimulou apresentações deles em todos os blocos no Carnaval Tradição, na abertura do Carnaval. “No próprio Centro Histórico, estimulamos bastante os maracatus. Nós entendemos que eles são uma parte importante das culturas populares de João Pessoa, que precisam estar organizadas e devidamente protegidas”, acrescentou.

Para Jinarla Pereira, integrante do Maracastelo, é essencial que o poder público, assim como está fazendo a Funjope, invista em ações como essa. “Porque fortalece a valorização da cultura local, tradicional. É extremamente essencial para que possamos oferecer os nossos serviços gratuitamente e que a comunidade onde estamos inseridos possa acessar livremente essas vivências, experiências e aprendizados. Estamos muito felizes, empolgados, alegres e ansiosos, querendo muito celebrar essa força que é o Maracastelo”, pontuou.

“É extremamente importante ter o apoio da Funjope, por meio da Lei Paulo Gustavo. Fazemos um trabalho que deveria ser bem remunerado porque fazemos com que as pessoas tenham acesso à cultura, a se profissionalizar dentro do meio cultural. Eu faço parte do Maracastelo e sou produto dele”, ressaltou Jinarla Pereira.

Ela lembrou que todo aniversário é um momento de celebração, de olhar para a trajetória do grupo e ver quanto já conquistou e contribuiu para a sociedade através de seus diversos projetos e de um trabalho que impacta muitas pessoas.

O Maracastelo realiza oficinas, promove eventos dentro de sala de aula, em espaços não formais envolvendo a educação. Atua com a cultura popular como ferramenta para atuar, trabalhar as relações étnico-raciais dentro da escola, em projetos educacionais, fazendo com que várias pessoas entrem em contato com a cultura popular tradicional, com mestres e mestras, com brincantes antigos, proporcionando um intercâmbio com a sociedade e a juventude.

Festival – O ‘Festival Maracastelo 10 Anos: Reunindo a Povaria’ é realizado com recursos da Lei Paulo Gustavo – Lei Complementar nº 195/2022 – via edital de chamamento público nº 60.007/2023, da Funjope, e edital LPG – 1ª regional de cultura, nº 005/2023, da Secretaria de Cultura da Paraíba (Secult-PB).

Na programação, vai ter coco de zambê, com os Herdeiros de Zumbi; Acervo 03, coletivo de artistas visuais que vai levar um pouco da arte urbana do graffiti; Nação Estrela Brilhante do Recife, maracatu centenário, que vai levar a força de Joventina, Erundina e da percussão Trovão Azul, do Mestre Cangaruçu; Forró Bebe Água, grupo de Condado (PE); Cavalo Marinho Boi Pintado, do Mestre Grimário, com rabeca, pandeiro, bage e mineiro, que vão mostrar o samba quente tradicional de Aliança (PE).

Também está na programação o Coco de Roda Novo Quilombo, da Paraíba, com a Mestra Ana Lúcia; Boby Brow Timbal, que vai comandar a roda de timbal; tem ainda o DJ Salles (PE), na abertura, com um set recheado de músicas da cultura popular e sucessos antigos e atuais; Comunidade Jongo Dito Ribeiro e, claro, o Coletivo Maracastelo, com muito baque virado e toadas consagradas e autorais.

Maracastelo – O Maracastelo é um ponto de cultura reconhecido pelo Ministério da Cultura e atua na Paraíba desde 2014. Com ações voltadas à comunidade e oferecidas gratuitamente, promove eventos culturais, formações, workshops, formando jovens produtores culturais, criando público para as expressões artísticas tradicionais, difundindo o maracatu de baque virado, valorizando a cultura popular e transformando a cena cultural paraibana.

Também realiza projetos na educação em parceria com escolas, instituições não governamentais, institutos federais e universidades públicas e, assim, tem uma caminhada com muita história e construção coletiva que está sendo celebrada e partilhada com o público que acompanha o trabalho e os que amam a cultura popular.

O evento vai acontecer em frente à sede do ponto de cultura Maracastelo, na Avenida São Rafael, 596, no bairro Castelo Branco.

Programação

Abertura do evento – DJ Salles – PB

Roda de Timbal com Boby Brow Timbal – PE

Coletivo Maracastelo – PB

Coco de Roda Novo Quilombo – PB

Coco de Zambê Herdeiros de Zumbi – RN

Nação Estrela Brilhante do Recife – PE

Coco de Engenho – PE

Forró Bebe Água – PE

Comunidade Jongo Dito Ribeiro – SP

Cavalo Marinho Boi Pintado – PE

Intervenções visuais com o Coletivo Graffiti Acervo 03

Exposição Maracatu, Maracastelo.