Pela 1ª vez em 24 anos, SP registra menos de 200 homicídios em um mês de abril

28 de maio de 2024 Off Por





Números seguem tendência de 2023, quando estado teve queda recorde de homicídios e fechou o ano com a menor taxa da história



Forças de segurança do Estado de SP atuam para a redução dos índices criminais

O número de homicídios registrados em abril em todo o estado de São Paulo bateu a menor marca mensal da série histórica. Foram 188 delitos ante 226 registrados no mesmo período do ano passado: queda de 16,8%. É a primeira vez em 24 anos que o número de casos fica abaixo de 200 em um mês de abril.

O recuo nos casos de homicídios já vem sendo acompanhado ao longo dos meses. Em março, houve o menor registro da série histórica para o mês, com 227 casos. O mesmo aconteceu em janeiro, quando houve 215 registros. Os números seguem a tendência observada em 2023, quando o estado teve queda recorde de homicídios e fechou o ano com a menor taxa da história.

Ainda em relação aos crimes contra a vida, os latrocínios — roubos seguidos de morte —  registraram 14 casos em abril, dois a menos no comparativo. Os feminicídios também diminuíram, de 19 para 16. Já os estupros aumentaram 8,3%, de 1.126 para 1.219 — 93 casos a mais no período.

Roubos em queda

Os roubos em geral, de veículos, de carga e a bancos tiveram quedas em abril em todo o estado. No total, foram quase 2 mil crimes a menos.

As maiores quedas foram em ocorrências relacionadas a veículos e a cargas. Os roubos de veículos caíram 16,3% no mês anterior, de 3.079 para 2.576 casos. Os de carga reduziram 16,4%, de 475 para 397 ocorrências. É a menor marca para esse tipo de crime em um mês desde 2004.

Os roubos em geral passaram de 17.868 para 16.605 em abril deste ano — retração de 7,1%. Não houve registros de roubos a banco para o mês.

Já os furtos tiveram um acréscimo no período. Os furtos em geral, que incluem os de carga, oscilaram 1,6% em abril, fechando o mês com 45.971 ocorrências. Os furtos de veículos chegaram a 7.819 registros, 3,9% a mais em relação aos 7.522 boletins elaborados no ano anterior.