Latrocínios diminuem e homicídios têm queda de mais de 30% em abril na capital

28 de maio de 2024 Off Por





Pela 1ª vez na história, estado de São Paulo registra menos de 200 homicídios em um mês de abril



O trabalho integrado entre as Polícias Civil e Militar na cidade de São Paulo em abril deste ano contribuiu para a redução nos homicídios, feminicídios e latrocínios – roubos seguidos de morte –, na comparação com o mesmo período de 2023.

Conforme o balanço da Secretaria da Segurança Pública, no mês foi registrado um latrocínio – cinco casos a menos no comparativo com abril do ano passado. O número igualou o ano de 2010 como o patamar mais baixo da série histórica.

Os homicídios reduziram 32,7% no mês, de 49 para 33 crimes, o menor índice para abril desde 2001, quando teve início o monitoramento da série histórica. A queda no número de homicídios foi o dobro da registrada em março deste ano, quando o crime já havia registrado a menor taxa mensal da série histórica – 36 casos e redução de 18,9%.

Os resultados refletem os esforços coordenados das autoridades para garantir a segurança e proteção da população da capital paulista.

Outra queda observada foi nos feminicídios. A Polícia Civil registrou em abril três casos, quatro registros a menos que no mesmo mês do ano passado. As notificações de estupros fecharam o mês com 252 denúncias, 19 a mais que em igual período de 2023.

Pela 1ª vez, estado registra menos de 200 homicídios em um mês de abril

O número de homicídios registrados em abril em todo o estado de São Paulo bateu a menor marca mensal para esse tipo de crime. Foram 188 delitos ante 226 registrados no mesmo período do ano passado. Esta é a primeira vez em 24 anos que o número de casos fica abaixo de 200. A queda foi de 16,8%.

O recuo nos casos de homicídios já vem sendo acompanhado ao longo dos meses. Em março, houve o menor registro da série histórica para o mês, com 227 casos. O mesmo aconteceu em janeiro, quando houve 215 registros. Os números seguem a tendência observada em 2023, quando o estado teve queda recorde de homicídios e fechou o ano com a menor taxa da história.

Ainda em relação aos crimes contra a vida, os latrocínios — roubos seguidos de morte —  registraram 14 casos abril, dois a menos no comparativo. Os feminicídios também diminuíram, de 19 para 16. Já os estupros aumentaram 8,3%, de 1.126 para 1.219 — 93 casos a mais no período.

Roubos em queda

Os roubos em geral, de veículos, de carga e a bancos tiveram quedas em abril em todo o estado. No total, quase 2 mil crimes foram evitados pela atuação das forças de segurança paulista.

As maiores quedas foram em ocorrências relacionadas a veículos e a cargas. Os roubos de veículos caíram 16,3% no mês anterior, de 3.079 para 2.576 casos. Os de carga reduziram 16,4%, de 475 para 397 ocorrências. É a menor marca para esse tipo de crime em um mês desde 2004.

Os roubos em geral passaram de 17.868 para 16.605 em abril deste ano — retração de 7,1%. Não houve registros de roubos a banco para o mês.

Os furtos tiveram um acréscimo no período. Os furtos em geral, que incluem os de carga, oscilaram 1,6% em abril, fechando o mês com 45.971 ocorrências. Os furtos de veículos chegaram a 7.819 registros, 3,9% a mais em relação aos 7.522 boletins elaborados no ano anterior.